Blog

Por que é importante acreditar que as pessoas podem mudar?

Um estudo recente descobriu que adolescentes que acreditam que as pessoas podem mudar lidam melhor com os desafios de frequentar o ensino médio. Em contrapartida, aqueles que acreditavam que as personalidades das pessoas são fixas e imutáveis ​​tiveram resultados piores, apresentando níveis mais elevados de estresse e pior saúde física.

Os autores do estudo se inspiraram na ideia de que os anos do ensino médio são um período muito importante da vida e que definem muitas coisas:

“Filmes icônicos, como O Clube dos Cinco (The Breakfast Club – 1985) ou De Volta para o Futuro (Back to the Future – 1985), retratam os adolescentes como imutáveis, como “perdedores” ", “atletas” ou “valentões”, rótulos que os perseguem ou os guiam durante o ensino médio até a idade adulta”. (Yeager et al., 2014)

Para ver se os estudantes de ensino médio acreditam nisso, os autores recrutaram 158 alunos da nona série em uma escola secundária da Califórnia. No início do ano letivo, eles mediram o quanto eles acreditavam que as pessoas podiam mudar. Então, no final desse mesmo ano, mediram seus níveis de estresse globais e a saúde física desses alunos.

O que eles descobriram foi que aqueles que mais apoiaram a ideia de que as pessoas podem mudar também relataram: menores níveis de estresse; menores níveis de ansiedade; sentiam-se melhor sobre si mesmos; e também apresentaram melhor saúde física.

 

Como desenvolver uma mentalidade de crescimento

Então, se as pessoas que acreditam que podem mudar e crescer obtém melhores resultados, será que é possível alterar a visão das pessoas sobre a capacidade delas mudarem também?

Os pesquisadores criaram um experimento para estudar exatamente isso em um outro grupo de adolescentes de uma escola similar.

Alguns alunos foram apresentados à ideia de que as personalidades das pessoas não são fixas e que é possível crescer e mudar. No início do ano letivo, foram informados de que:

“... as pessoas têm o potencial de mudar e, portanto, (a) se você foi excluído ou sofreu bullying, isso não aconteceu devido a uma deficiência imutável e pessoal da sua parte, e (b) pessoas que excluem ou fazem bullying com você não pessoas ruins e sem solução, mas sim indivíduos com motivações complicadas que estão sujeitas a mudanças.”

Após esta sessão, isso nunca foi mencionado novamente e os alunos foram só foram estudados novamente no final do ano acadêmico.

Os resultados mostraram que, em comparação com o grupo de controle, aqueles que foram incentivados a acreditar em uma mentalidade de crescimento tiveram melhores resultados tanto psicologicamente quanto fisicamente ao longo do ano.

Os autores explicam os resultados:

“... nossa pesquisa mostra que os adolescentes podem aprender a contar uma história diferente para si mesmos, uma história na qual as pessoas têm o potencial de mudar. E quando o fazem, eles mostram melhores resultados em todas as categorias: menor estresse, melhor saúde e notas mais altas”. (Yeager et al., 2014)

Aqui está o que um aluno que foi incentivado a pensar na personalidade como algo que pode mudar disse:

“Quando começamos o ano letivo, fui [no local] onde meus amigos costumavam se reunir. Então eles apenas olharam para mim e continuaram conversando. Eu me senti realmente excluído, especialmente porque todos nós éramos bons amigos no ensino médio... [Embora] possa parecer que sua vida está caindo em pedaços, e que nada vai melhorar, não é o fim do mundo. Sua vida não será assim para sempre. As pessoas podem mudar. É apenas o seu primeiro dia de aula.” (Yeager et al., 2014)

 

Acredite na mudança

Pesquisa já demonstraram que as personalidades das pessoas podem mudar. Não só isso, mas as pessoas podem mudar suas crenças sobre se as pessoas podem ou não mudar. E essa pode ser a coisa mais importante de todas.

Texto Original:

Compartilhar:

Deixe um Comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como o estresse afeta os seus objetivos e hábitos

Quer você goste ou não, o estresse desempenha um papel importante em sua vida. Mas nem todo o estresse é ruim: ele pode …

O impacto das mídias eletrônicas em crianças

Ao longo da infância, as crianças passam mais tempo assistindo TV do que na escola. Em média uma criança de sete anos …

Relações de longa distância e a idealização

Estar em um relacionamento de longa distância é um fenômeno que muitos indivíduos experimentam pelo menos uma vez em …