Normas Terapêuticas

“O contato pode nos trazer muita dor. E traz. Mas é dor de nascimento e crescimento, que, logo ou mais adiante, vai fazer a magia da liberdade”.
Décio Casarin

A psicoterapia é um processo dinâmico que visa instrumentalizar o cliente a adquirir maior conhecimento de si, no que diz respeito a suas motivações e desejos para que possa, então, vir a gradualmente tomar decisões mais conscientes e livres.

Porém, para que o processo terapêutico se desenvolva e se aprofunde, são necessários um conjunto de regras que devem ser respeitados tanto pelo psicólogo quanto pelo paciente. No entanto, na nossa prática percebemos que às vezes algumas regras são de difícil compreensão para os pacientes e, por isso, resolvemos escrever este pequeno artigo sobre as Normas Terapêuticas.

 

(1) CONFIDENCIALIDADE

Todo psicólogo deve trabalhar de acordo com um conjunto rígido de regras presentes no Código de Ética do Psicólogo.  

  • Quais são as responsabilidades do meu terapeuta quanto a confidencialidade?

Cabe ao psicólogo resguardar todo e qualquer documento criado dentro do setting terapêutico. Contratos, ficha de dados ou trabalhos feitos com os pacientes devem ser arquivados de forma segura. Além disso é dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas, grupos ou organizações, a que tenha acesso no exercício profissional.

 

(2) PONTUALIDADE E ASSIDUIDADE

As sessões de psicoterapia têm duração de 50 minutos. Nesse tempo o terapeuta estará à disposição do cliente e neste horário a sala onde o atendimento é realizado fica reservada para este determinado paciente.

  • Por que eu não posso me atrasar para minha sessão?

O seu horário foi devidamente reservado e respeitado pelo terapeuta que tem uma agenda de horários a ser cumprida e outros compromissos pessoais ou com outros pacientes. Dessa forma, terceiros não podem ser penalizados pelo seu atraso. Atrasos, portanto, acarretam na perda desses minutos de sessão e não podem ser compensados.

  • Por que não posso faltar a terapia?

A terapia é um processo e para que isso aconteça de maneira fluida necessita de continuidade. Intervalos muito grandes entre as sessões implicam na perda do sequenciamento dos temas tratados em sessões anteriores, diminuindo, assim, a eficácia do tratamento.

Caso a falta seja inevitável é importante que o fato seja comunicado com pelo menos 24h de antecedência para que o psicólogo possa remanejar seus horários e, se possível, remarcar outro horário com o paciente, evitando, assim, um buraco muito grande entre as sessões. É importante lembrar, no entanto, que nem sempre será possível remarcar sessões, já que para que isso aconteça é necessário haver disponibilidade na agenda do terapeuta, do cliente e também da sala.

 

(3) PAGAMENTOS

No início do tratamento é feito um contrato que estabelece os valores das sessões de terapia. Esses valores deverão ser pagos no início de cada mês, antes das sessões ocorrerem.

  • Por que preciso pagar minhas sessões antes delas acontecerem?

A primeira razão é porque para que o terapeuta reserve a sala para o seu atendimento, ele precisa pagar a sublocação desse horário antes mesmo de usar. Ou seja, a reserva da sala implica em um gasto para o terapeuta.

A segunda razão é porque é uma forma de proteção do terapeuta de possíveis calotes. Pode parecer injusto para muitos pacientes que são organizados financeiramente e nunca deixariam de pagar pelo serviço recebido, mas, infelizmente, nem sempre isso acontece. Dessa forma, é importante que o terapeuta cobre previamente pelo serviço como uma forma de se resguardar.

  • Por que preciso pagar pelas sessões mesmo quando eu falto?

Como explicado anteriormente, o terapeuta e a sala de atendimento ficam a sua disposição no seu horário. A partir do momento em que o contrato é fechado este horário passa a ser seu, você indo ou não à terapia.

 

CONCLUSÃO

Qualquer contrato é um ato bilateral, com deveres e direitos que visam estabelecer uma relação de compromisso. É claro que sendo a terapia um encontro extremamente humano, sempre haverá espaço para a discussão e questionamento de regras, mas é importante lembrar que todas essas regras existem para ajudar o paciente a se responsabilizar pelo seu espaço e assegurar que ele mesmo proteja o seu espaço e momento de terapia. Da mesma forma, as regras também existem para resguardar o terapeuta que também é um outro ser humano que faz parte da relação.

 

LINKS ÚTEIS:

http://www.crprj.org.br/

http://site.cfp.org.br/

http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo_etica.pdf

Rir é o melhor remédio

Claro, é divertido dar uma boa risada. Mas você sabia que isso pode melhorar sua saúde? É verdade: o riso é um forte …

Por que é importante acreditar que as pessoas podem mudar?

Um estudo recente descobriu que adolescentes que acreditam que as pessoas podem mudar lidam melhor com os desafios de frequentar …

Ter um forte sentido de propósito na vida melhora sua cognição e saúde mental

Qual o significado da vida? Essa é uma pergunta difícil, mas sua saúde mental pode depender de respondê-la! Psicólogos …